sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Se as Coisas Fossem Mães - Sylvia Orthof

Se a lua fosse mãe, seria mãe das estrelas,
o céu seria sua casa, casa das estrelas belas.

Se a sereia fosse mãe, seria mãe dos peixinhos,
o mar seria um jardim, os barcos seus caminhos.

Se a casa fosse mãe, seria a mãe das janelas,
conversaria com a lua sobre as crianças estrelas,
falaria de receitas, pastéis de vento, quindins,
emprestaria a cozinha pra lua fazer pudins!

Se a terra fosse mãe, seria a mãe das sementes,
pois mãe é tudo que abraça, acha graça e ama a agente.

Se uma fada fosse mãe, seria mãe da alegria,
toda mãe é um pouco fada... Nossa mãe fada seria.

Se uma bruxa fosse mãe,
seria mãe gozada:
seria a mãe das vassouras, da Família Vassourada!

Se a chaleira fosse mãe, seria a mãe da água fervida,
faria chá e remédio para as doenças da vida.

Se a mesa fosse mãe,
as filhas, sendo cadeiras,
sentariam comportadas,
teriam “boas maneiras”.

Cada mãe é diferente: mãe verdadeira, ou postiça,
mãe vovó e mãe titia, Maria, Filó, Francisca,
Gertrudes, Malvina, Alice,
Toda mãe é como eu disse.

Dona Mamãe ralha e beija,
erra, acerta, arruma a mesa,
cozinha, escreve, trabalha fora,
ri, esquece, lembra e chora,
traz remédio e sobremesa ...

Tem pai que é “tipo mãe”...
Esse, então, é uma beleza!

  É uma poesia infantil que pode também ser encontrada em livros ilustrados, assim como a edição abaixo:


  É uma poesia feita para o público infantil, que é toda configurada a partir da palavra “Mãe”, que por sua vez é seu tema.
 
  A mãe é uma figura muito importante para seus filhos, independente se forem crianças ou não, mas na infância há uma dependência maior da mãe. A comparação da figura mãe com objetos e demais fenômenos da natureza ressalta o que “Mãe” significa, ou seja, uma mãe é a base para seus filhos, é quem aconselha, quem acompanha seus filhos e todas as demais ações de uma mãe para seus filhos. Outra interpretação para as comparações feitas na poesia, é que independente de como determinada mãe seja, ela sempre será mãe e a partir disso podemos dizer que é uma poesia que utiliza a figura maternal para tratar das diferenças sociais e ideológicas.

Grupo 3: Poesia Infantil

8 comentários:

  1. Olá pessoal. Creio que pode haver algum erro no segundo verso da terceira estrofe, confiram. Abraços. PS: que tal falar do livro referido, que é um livro premiado (ou passar a dica para o grupo de que trata de obras premiadas).

    ResponderExcluir
  2. Professor eu verifiquei no livro e o verso é assim mesmo.

    ResponderExcluir
  3. No segundo verso da sexta estrofe a palavra correta é mamãe e não mãe.

    ResponderExcluir
  4. gostei deste poema ela mesmo surpreende!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Olha andrea te achei muito metidinha demais se enxerga ta, fica aí um dica

    ResponderExcluir
  6. Eu já o usei como texto motivador, para que criem os seus próprios versos. Ex: Se o Maracanã fosse mãe
    Máe dos times ele seria,
    Eu iria sempre aos jogos
    O meu time eu aplandiria

    ResponderExcluir
  7. HOuve um errinho:
    Se o Maracanã fosse mãe,
    mãe dos times ele seria,
    eu estaria sempre lá,
    o gol não faltaria. (Fiz um outro modelo)

    ResponderExcluir